Bem-vindo(a) ao nosso BLOG, onde você conhecerá um pouco do ARTISTA e da sua OBRA, navegando nos DEPOIMENTOS sobre a minha trajetória durante esses 40 anos de ATIVIDADE ARTÍSTICA E EXPOSIÇÕES e também em REPORTAGENS na mídia. Acompanhará o que estou fazendo agora: PARAHYBAVISTA e JOÃO & MARIA, poderá acessar meu ATELIER e nossa GALERIA VIRTUAL, me acompanhará no TWITTER, e visitará a MINHA CIDADE...

Respire fundo e vá mergulhando (clique em F11 e veja em tela cheia, é melhor)... Siga o blog e dê uma espiadinha nas novidades que publico. Sem pressa...

Ouça a pianista Juliana Steinbach enquanto navega ♫ ♫ ♪ ♫ ...

BOA VIAGEM!

Postagem em destaque

A ARTE PRIMEVA DA HUMANIDADE: XAMÃ - PINTURA E FÉ NA CAVERNA!

  O que faço, porque faço, como faço e onde faço. O xamanismo dos caçadores pré-históricos baseava-se na crença de que vis...

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Uma vida dedicada a Arte.

Por IRENE DIAS CAVALCANTI
Falar em Bruno Steinbach Silva é lembrar perseverança, talento e inteligência. É dizer de uma vida dedicada a Arte em todas as suas fases - mesmo naquelas mais difíceis, quando o mundo lhe parecera estreito e com as luzes apagadas. Mas, nada o deteve em seu fascinante roteiro de artista; a sua ânsia de colocar em telas as coisas ditadas por sua mente prodigiosa. Lembro-me de seu primeiro vernissage, em 1976, na Galeria de Arte Pedro Américo, localizada no antigo prédio da Coex, em João Pessoa, Paraíba - sua cidade natal, onde sempre fez questão de morar e trabalhar.

Esse acontecimento me levou a buscar em suas pinturas o motivo de tanta exuberância, com a sua juventude marcando a sua arte com pinceladas vigorosas, sugerindo sensualidade, lirismo, paixão.

Por todo esse tempo, jamais deixei de acompanhar o seu trabalho de autodidata, a sua vida sempre dedicada à pintura, o refinamento de quem sabe fazer e o faz muito bem. Impossível não identificar as suas obras, porque elas trazem dentro de si a essência da vida, com seu estilo próprio mergulhado em asas multicores, dando a impressão de buscar no infinito multidão de estrelas para abrilhantar o mundo em que vivemos e dizer a este mundo que o talento é um dom Divino e Bruno, acertando ou errando, sempre carrega a chama da determinação.

Nas suas veias existe a dor do fado, certamente trazida por seus ancestrais portugueses em orgias verdes dos ciganos. O avô alemão trouxe a grandeza das catedrais da Alemanha, a música dos grandes mestres eruditos, a estupenda capacidade e criatividade do povo germânico. Filho de mãe baiana e de pai paraibano, ambos ardentes e tempestuosos como a própria geografia nordestina. Essa mistura magnífica talvez explique a universalidade da sua arte e a tenacidade do seu caráter, que jamais permitiu que em nenhum momento - até nos mais árduos - fosse possível se deter o esplendor do seu trabalho.

Bruno, esse nordestino obstinado, carrega dentro de si o brilho de uma vocação e de uma abnegação irresistíveis, que o fortaleceram para jamais deixar de expressar em suas obras mensagens de amor, transformando toda a sua melancolia em rasgos de esperança para um mundo melhor. Irene Dias Cavalcanti João Pessoa, Paraíba, setembro de 2004.

Um comentário:

ENTRE EM CONTATO CONOSCO AQUI,
DÊ A SUA OPINIÃO...

CATÁLOGO

CATÁLOGO DAS OBRAS

OS RETRATOS

OS RETRATOS

EXPOSIÇÕES E MÍDIA

ARTISTAS BRASILEIROS 2006

JOÃO E MARIA

NO ATELIER DO ARTISTA (AGOSTO DE 2007)

NA CAVERNA (MAIO DE 2009)

NA CAVERNA (MAIO DE 2009)
Paraíba, Brasil, maio de 2009.

Ateliê de Pintura Bruno Steinbach

Seguidores

Google+ Followers

SIGA-ME POR Email

AGRADEÇO A SUA VISITA... VOLTE SEMPRE!