Bem-vindo(a) ao nosso BLOG, onde você conhecerá um pouco do ARTISTA e da sua OBRA, navegando nos DEPOIMENTOS sobre a minha trajetória durante esses 40 anos de ATIVIDADE ARTÍSTICA E EXPOSIÇÕES e também em REPORTAGENS na mídia. Acompanhará o que estou fazendo agora: PARAHYBAVISTA e JOÃO & MARIA, poderá acessar meu ATELIER e nossa GALERIA VIRTUAL, me acompanhará no TWITTER, e visitará a MINHA CIDADE...

Respire fundo e vá mergulhando (clique em F11 e veja em tela cheia, é melhor)... Siga o blog e dê uma espiadinha nas novidades que publico. Sem pressa...

Ouça a pianista Juliana Steinbach enquanto navega ♫ ♫ ♪ ♫ ...

BOA VIAGEM!

Postagem em destaque

A ARTE PRIMEVA DA HUMANIDADE: XAMÃ - PINTURA E FÉ NA CAVERNA!

  O que faço, porque faço, como faço e onde faço. O xamanismo dos caçadores pré-históricos baseava-se na crença de que vis...

terça-feira, 15 de maio de 2012

RETRATO DE DALVA (PASSO A PASSO).

Bruno Steinbach. Esboço digital 2 para "Retrato de Dalva" (Paraíba, maio de 2012) para pintura em óleo/tela, 80 x 60 cm. Será uma pintura "acadêmica", à moda antiga, como sei que ela gosta - e que eu, modéstia à parte, sei fazer. 


Dalva é a minha segunda mãe, casada com meu pai em segundas núpcias, depois que a minha mãe morreu. Médica, ginecologista e obstetra, foi uma das primeiras mulheres médicas da Paraíba, fazendo parte da administração da extinta Maternidade Santa Isabel, da Santa Casa da Misericórdia (formou-se na primeira turma da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Paraíba, que teve o meu pai, o também médico Isaias Silva, como um dos fundadores). Colocou inúmeras vidas no mundo, inclusive os meus três filhos. Dia 23 passado ela completou 80 anos. Esta é a minha humilde homenagem, um pouco atrasada... Vou pintar o seu retrato, de forma tradicional, que publicarei aqui, passo a passo, com dicas para quem está se iniciando nesse tipo de pintura...
Todos sabemos das formas mais fáceis de se fazer um retrato, com os atuais recursos tecnológicos de plotagens e etc, os quais também uso em outros trabalhos. Mas agora trataremos do retrato "acadêmico" pintado em óleo/tela.
Você vai acompanhar "ao vivo e a cores" os meus passos nessa obra, em que dou dicas de materiais e técnicas àqueles que estão se iniciando no ofício e para quem quiser aprender.
 Espero que gostem da ideia.





Na "caverna" (14 de maio de 2012). Iniciando a pintura do "Retrato de Dalva".



1º PASSO: PREPARAÇÃO DA TELA.

Hoje em dia existem excelentes telas já prontas no mercado. Aquela "estória" que tela boa tem que ser feita pelo artista é papo furado. Escolha uma que o tecido não seja muito fino e que tenha sido tratada contra fungos, traças e cupins. Uma muito boa é a TRIDENT (http://www.trident.com.br/index.php?cat=49).
Mas, se quiser preparar a própria tela, faça como eu faço:

1) Estique o tecido (lonita crua de algodão) no chassi de madeira tratado contra cupim, grampeando-o por trás (use grampos que não enferrujem). Lave com uma solução de 1 parte de água sanitária e 5 partes d'água (para evitar mofo). Deixe secar ao sol. Enxágue e deixe novamente secar ao sol.

2) O Primer.

Existem primers prontos para vender, mas eu prefiro usar Suvinil Contra Mofo e Maresia (veja as especificações lá embaixo). Esta tinta foi desenvolvida para resistir às intempéries, à dilatação das paredes, aos fungos e aos efeitos da maresia e umidade. Portanto, é ideal. Jamais use essas gororobas de gesso e cola, usadas para suportes rígidos, como madeira e paredes, pois sua pintura irá trincar com o tempo. 

Aplique o "primer", utilizando um pincel chato, largo (10 cm ou mais). A primeira demão mais diluída, para melhor absorção pelo tecido. Aplique mais duas demãos com o primer mais pastoso, uma na horizontal e outra na vertical, para formar a "trama" que irá fixar melhor a tinta da sua pintura (deixe secar ao sol umas duas horas entre as demãos). Por último, lixe suavemente, como se estivesse lixando sua testa, com lixa fina para paredes. Limpe e a tela está pronta!

Se quiser que a sua pintura dure muitos anos, como as minhas duram, faça como eu disse.

PS:
Ia esquecendo... Ouvindo um bom sambinha, ajuda!
"O Conto do Pintor", com Moreira da Silva.
http://youtu.be/09FzKSo_MXo

PRIMER PARA A TELA
Suvinil Contra Mofo e Maresia (acrílica)
1 galão (3,6 L)
Aplicação: Paredes
Local de Aplicação: Exterior
Acabamento: Fosco
Cor: Branco Ártico
Composição:
Resina à base de dispersão aquosa de copolímero estireno acrílico, pigmentos isentos de metais pesados, cargas minerais inertes, hidrocarbonetos alifáticos, glicóis e tensoativos etoxilados e carboxilados.


* Aplicar com pincel chato largo, 1ª demão fina e 2 ou 3 demãos com a tinta encorpada (alternando o sentido das pinceladas entre as demãos)

AMANHÃ, O 2º PASSO: DESENHO DO ESBOÇO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENTRE EM CONTATO CONOSCO AQUI,
DÊ A SUA OPINIÃO...

Arquivo do blog

CATÁLOGO

CATÁLOGO DAS OBRAS

OS RETRATOS

OS RETRATOS

EXPOSIÇÕES E MÍDIA

ARTISTAS BRASILEIROS 2006

JOÃO E MARIA

NO ATELIER DO ARTISTA (AGOSTO DE 2007)

NA CAVERNA (MAIO DE 2009)

NA CAVERNA (MAIO DE 2009)
Paraíba, Brasil, maio de 2009.

Ateliê de Pintura Bruno Steinbach

Seguidores

Google+ Followers

SIGA-ME POR Email

AGRADEÇO A SUA VISITA... VOLTE SEMPRE!